SÃO PAULO  –  Há duas semanas, a B3 começou a oferecer o serviço de registro de duplicatas. Com essa iniciativa, a bolsa de São Paulo, que domina os segmentos de registros de títulos, valores mobiliários, derivativos, cotas de fundos, entre outros ativos, está de olho num mercado que, depois de regulamentado pelo Banco Central, poderá negociar trilhões de reais. A movimentação da B3 incomodou a única empresa que atualmente oferece esse serviço, a Cerc (Central de Recebíveis).

Source link